23.11.07

Noite

Fito o céu
a procura da estrela cadente
os olhos desenham idas e vindas
dispostos a sacrificar uma estrela
pelo brilho da tua...



em silêncio...














...observando as constelações
te vejo nessa moldura celeste
a procura da estrela que me atenda...

Um comentário:

veraslobo disse...

Olá poeta!
Perdoe-me a invasão, mas adoro poesia.
Parabéns seus poemas são lindos.

Um beijo.

Vera